As cores da vida? É você quem pinta!

cores da vida_prawnyJá tentou mudar uma situação na sua vida e não conseguiu?

Você não é o único que se frustrou.

A questão é que muitas vezes condicionamos o nosso sucesso à apenas essa situação, e nós, de longe, somos muito mais que isso, mas ficamos remoendo incansavelmente cada obstáculo não superado. Presos nessa frustração nos perdemos focados no passado, naquilo que não pode mais ser resolvido, e nos deprimimos, ou nos projetamos à incerteza do futuro, e adoecemos com a ansiedade.

Contudo, o mais importante é tomar consciência de que apenas cada um é capaz de escrever a própria história. O potencial de se superar, se desenvolver, crescer e ter sucesso é intrínseco, não está fora de nós. À toa perdemos nosso tempo buscando a felicidade em outras pessoas, coisas ou situações.

Certamente você já ouviu a música “Tocando em frente”, do Almir Sater. Ah, acho essa música tão linda, tão verdadeira. A arte novamente falando sobre a vida. Ela diz:

“Todo mundo ama um dia

Todo mundo chora

Um dia a gente chega

E no outro vai embora

 

Cada um de nós compõe a sua história

Cada ser em si

Carrega o dom de ser capaz

E ser feliz

É preciso amor

Pra poder pulsar

É preciso paz pra poder sorrir

É preciso a chuva para florir”.

 

Sabe a situação que você não conseguiu mudar? É preciso dar um novo significado para ela, uma nova “cor”, um novo sentido dentro da sua história! Mas só você pode fazer isso. Se você precisar, vai ter ajuda, é preciso aprender onde procurar, mas ninguém mais pode pegar a direção da sua vida.

Deixo um exemplo meu. Eu batalhei para ter uma profissão, me formei em Jornalismo, achava que de algum jeito ia ajudar a mudar o mundo (deu pra perceber como eu era ingênua?). A faculdade não foi o suficiente para fazer de mim uma boa profissional, tive que correr atrás na prática, mas confesso que hoje experiente isso não “enche” o meu coração.

Depois de muito lamentar o “tempo perdido” e as sequentes frustrações de uma profissão que estava na minha vida, mas não no meu coração e na minha alma, resolvi colorir o cinza. Passei a dar o melhor que eu tinha nessa jornada e agradecer tudo o que eu conquistei, principalmente em conhecimento; fiz um mergulho profundo de autoconhecimento e descobri que o que enche meu coração é cuidar de pessoas e escolhi um novo caminho, a Psicologia.

Demorei pra chegar, foram várias situações não transformadas, vários pensamentos de desistência. Mas o que eu podia fazer? Era continuar vivendo infeliz ou tentar mudar a minha história! Eu escolhi! Escolhi dar uma nova cor à minha vida, um novo sentido.  É comum errarmos, diria até necessário, o ruim mesmo é permanecer no erro, sem jamais buscar esse encontro consigo mesmo para saber o que enche o seu coração. Quando descobrir isso, não precisará buscar a felicidade fora de si.

Como diz Sartre, “não importa o que a vida fez com você, o que importa é o que você fez com o que a vida fez com você”.

Sabe as cores da vida?  É você quem pinta!

Um comentário em “As cores da vida? É você quem pinta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s